terça-feira, 21 de abril de 2009

Injustiça

"A injustiça, senhores, desanima o trabalho, a honestidade, o bem; cresta em flor os espíritos dos moços, semeia no coração das gerações que vêm nascendo a semente da podridão, habitua os homens a não acreditar senão na estrela, na fortuna, no acaso, na loteria da sorte, promove a desonestidade, promove a venalidade [...] promove a relaxação, insufla a cortesania, a baixeza, sob todas as suas formas." (Rui Barbosa).

Nós, homo sapiens (???????????????????????????), somos capazes de prodígios.

Não ficarei hoje em divagações filosóficas,mas farei um desabafo catártico!

Se chefe fosse extensão, com certeza seria .FDP. O meu,resolveu pegar no meu pé,e não só isso, vai me punir. O motivo? Segundo ele," trabalhei mal, intencionalmente e com falta de atenção".

Pois bem, o iluminado (p/ ficar bem diante dos superiores) começou a pergar no pé do nosso serviço, até que hoje eu recebo uma "ficha de apuração de transgressão" (???????????) com o seguinte conteúdo mefistotélico: "Por trabalhar mal, intencionalmente ou por falta de atenção".

Esta famigerada ficha, é só p/ "Inglês ver", já que temos o direito ao contraditório e a ampla defesa garantida pela Constituição. Mas o Exmo sr meu chefe já disse que, passado os tramites, vai " passar o rodo"
.


Os maiores detalhes não poderei contar devido a minha profissão, mas senhores(as), acreditem: É UMA FILHA-DA-PUTA DE UMA INJUSTIÇA!

"Não há outro inferno para o homem além da estupidez ou da maldade dos seus semelhantes."
Marquês de Sade


Rivotril, oh amado consolador de minh'alma. Eis que te tomarei e gozarei, confortavelmente dopado.


video

Um comentário:

  1. Primeiro: adorei o dizer do Rui Baiano Barbosa. Esse eu não conhecia e já estou editando "frases V" e colocarei ela lá.

    Segundo: amigo, o cargo de chefia, infelizmente, é designado a tolos e brilhantes. Os brilhantes aproveitam situações de erro para poder ajustar peças do jogo. Os tolos brincam de deuses, fazendo preponderar a estupidez por meio do auto enaltecimento e depreciação dos subordinados.

    O que precisamos fazer é olhar a pequenez da estupidez do outro e pensar de duas formas:
    uma santa:
    " Evolua meu amigo"
    a outra mais humana:
    " Vai Tomar No Cu, seu Filho da Puta"

    ResponderExcluir